A COMPETIÇÃO


A competição Baja SAE surgiu em 1976 nos EUA, através da SAE International, com o intuito de estimular os estudantes de engenharia a desenvolverem veículos de competição off-road, criando uma espécie de laboratório de formação para futuros profissionais do setor automotivo, mas que estão preparados para atuar em qualquer área da indústria. Nela, são trabalhadas capacidades de projeto de engenharia, gestão de projeto e de processos de manufatura, a fim de construir protótipos de estrutura tubular em aço, para uso fora de estrada.

 

A chegada do projeto baja SAE no Brasil se deu em 1994, sendo a primeira competição nacional realizada em 1995, desde então as equipes brasileiras vêm demonstrando grande evolução, se equiparando à equipes estrangeiras na qualidade de seus protótipos e em resultados. A competição Baja SAE Brasil, como é denominada, reúne cerca de 80 equipes de estudantes universitários -  abrangendo as engenharias mecânica, elétrica, eletrônica, de controle e automação, produção e materiais – interessados em aplicar e desenvolver seus conhecimentos de engenharia, dentro das normas da competição.

 

As competições da baja SAE Brasil consistem na etapa nacional, e nas etapas regionais (Sul, Sudeste e Nordeste). Todas consistem em avaliações estáticas e dinâmicas.

 

Nas Provas Estáticas, provas de segurança e de apresentação de projeto por exemplo, é assegurada a conformidade do projeto com o veículo final, verificando se o mesmo se encontra dentro das normas da competição, as escolhas de engenharia feitas pela equipe e como foram desenvolvidas, sendo julgadas por engenheiros do ramo.

 

Nas Provas Dinamicas, suspension & traction e enduro por exemplo, o veículo é testado dinamicamente, sendo levado a condições extremas de forma a comprovar sua robustez, capacidade de aproveitamento de energia e confirmar a excelência de projeto e fabricação das equipes.